Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2007

Lição sobre a água

boiar.jpg

Imagem de http://euseila.blogs.sapo.pt/arquivo/2004_04.html

Este líquido é água.
Quando pura
é inodora, insípida e incolor.
Reduzida a vapor,
sob tensão e a alta temperatura,
move os êmbolos das máquinas que, por isso,
se denominam máquinas de vapor.

É um bom dissolvente.
Embora com excepções mas de um modo geral,
dissolve tudo bem, bases e sais.
Congela a zero graus centesimais
e ferve a 100, quando à pressão normal.

Foi neste líquido que numa noite cálida de Verão,
sob um luar gomoso e branco de camélia,
apareceu a boiar o cadáver de Ofélia
com um nenúfar na mão.

António Gedão


publicado por quimicadapoesia às 20:35
link do post | comentar | favorito
|

.Obrigada pela visita!

.Maio 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Posts recentes

. Pequena biografia para um...

. António Gedeão e a Histór...

. Poesia na química?

. Química da poesia ou poes...

. Biografia

. EU, António Gedeão

. Foi importante...

. Rómulo de Carvalho ou Ant...

. Lição sobre a água

. A propósito da "Lição so...

.Pesquisar neste blog

 

.Posts recentes

. Pequena biografia para um...

. António Gedeão e a Histór...

. Poesia na química?

. Química da poesia ou poes...

. Biografia

. EU, António Gedeão

. Foi importante...

. Rómulo de Carvalho ou Ant...

. Lição sobre a água

. A propósito da "Lição so...

.Links

.É tempo ...

.Mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor