Sábado, 27 de Janeiro de 2007

Encontrei um Poeta

Encontrei um poeta

Que estava a sonhar,

Pedi-lhe um poema

Para analisar.

 

Recolhi o poema

Com todo o cuidado

Num pequeno caderno

Todo bem organizado.

 

Li-o com atenção

Sem perder o seu sentido

Dava a sensação

De amor não correspondido.

 

Mandei vir o Cupido

Os corações e os ais,

E os beijos usados

Em casos que tais.

 

Tentei alegrá-lo

Com canções de amor

De todas as vezes

O olhar era de dor.

 

Nem sinais de alegria

Nem vestígios de furor

Só os olhos no vazio

De quem não tem amor.

 

Encontrei um poeta e com ele confirmei que as minhas lágrimas são iguais às tuas ...

 


publicado por quimicadapoesia às 16:37
link do post | comentar | favorito
|

.Obrigada pela visita!

.Maio 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Posts recentes

. Pequena biografia para um...

. António Gedeão e a Histór...

. Poesia na química?

. Química da poesia ou poes...

. Biografia

. EU, António Gedeão

. Foi importante...

. Rómulo de Carvalho ou Ant...

. Lição sobre a água

. A propósito da "Lição so...

.Pesquisar neste blog

 

.Arquivos

. Maio 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.Links

.É tempo ...

.Mais sobre mim